Candidíase Masculina Tem Cura Sim

Ajude pessoas Compartilhando Nas Rede social
  • 1.3K
    Shares

Candidíase Peniana Tem Cura !  Tratamentos Para Candidíase Masculina

candidiase peniana É uma dúvida cada vez mais recorrente e comum entre os homens. Em função disso, é necessário ter toda a atenção necessária, pois a candidíase peniana tem cura e muitos não sabem! Na prática, alguns homens se desesperam de imediato, sendo que pesquisando mais afundo através de fontes confiáveis, verá que existe cura de forma prática! Mas afinal, o que é de fato a candidíase peniana e quais
detalhes adicionais? Trata-se de uma doença bem comum e no homem pode provocar determinadas coceiras, dor e vermelhidão no pênis, mas em alguns casos
pode não causar nenhum sintoma que evidencie a candidíase peniana.

Saúde Sexual Masculina 

Na prática, essa doença conforme mencionado anteriormente tem cura e o tratamento é feito mediante a pomadas ou até remédios antifúngicos receitados pelo urologista. E como isso acontece e por que acontece? Pois bem, a candidíase é uma infecção fúngica causada pela bactéria conhecida pelo nome Candida Albicans, que afeta principalmente a boca e também os órgãos genitais, e se manifesta principalmente em pessoas com o sistema imunológico considerado como mais fraco, ou até mesmo em pessoas que por sua vez possuem diabetes ou

5 Razões Desconhecidas Porque a Candidíase Sempre Volta saiba mais aqui

Imagine Você Vivendo Sem Candidíase

candidiase peniana

mesmo tiveram contato íntimo anteriormente sem utilizar a camisinha como forma de prevenção. Contudo, a grande pergunta e a mais comum por sinal é como curar a candidíase peniana? Na prática, o seu tratamento de candidiase no homem deve ser realizado na residência com a utilização de pomadas antifúngicas, como é o caso da mais conhecida atualmente: Fluconazol, devendo ser aplicada todos os dias, com média de período de 7 a 10 dias, de acordo com a recomendação médica. Por sinal, vale
aqui o rápido adendo: antes de se automedicar é de suma importância que você consulte o seu médico, pois somente ele poderá indicar a você a solução adequada.

 

candidiase peniana

 

Por outro lado, caso por alguma razão o tratamento para candidíase peniana com a pomada a ser indicada pelo seu médico não apresente o devido efeito necessário ou em casos de candidíase recorrente, também podem ser utilizados antifúngicos orais como é o caso do Fluconazol ou mesmo Cetoconazol, durante até 14 dias corridos. Ainda assim, uma outra estratégia que ajudará a curar a
candidíase o mais rápido possível é investir bastante em alimentos específicos, como a salsinha e o limão que pode ser usado para temperar a salada ou espremido com bastante água, lembrando de não adoçar forma alguma.

Sem dúvidas, todo o sintoma da candidíase peniana causa aos homens sérios desconfortos na vida como um todo, principalmente porque a candidíase peniana que apresenta lesões impede o homem de ter relações sexuais ou até mesmo altera o seu desempenho sexual, causando ardência e também desconforto ao homem. Além disso, a presença da infecção peniana em homens se manifesta como uma verdadeira infecção, normalmente começando ao redor da glande do pênis.

 

 

 

Não precisa ter medo! O mais importante acima de tudo é ter bastante atenção para o aparecimento de reações, pois os sintomas em um primeiro momento podem passar completamente despercebidos. Além disso, é muito comum que a consulta com o médico urologista aconteça somente após um longo
momento. Outro aspecto que comprova isso é que a candidíase não se manifesta somente na região genital do homem, mas também pode aparecer em outras regiões, como, por exemplo: no couro cabeludo, garganta, nas unhas, pele e também na boca. Portanto, você precisa se atentar aos sinais diferentes que o seu corpo apresentar. Por via das dúvidas, sempre consulte o seu médico de confiança,
pois ele será a pessoa ideal para orientá-lo em casos como esses.Aproveitando o “gancho”, todo o processo de diagnóstico da candidíase

candidíase peniana

CANDIDÍASE NO PÊNIS

peniana no homem normalmente é realizado mediante uma avaliação clínica do pênis pelo médico, além de um exame laboratorial que irá coletar uma amostra mínima das lesões para analisar a presença ou não do fungo cândida. Em sequência, o médico irá orientar você de acordo com a gravidade o respectivo tratamento adequado. Sobretudo, na maior parte dos caso, é realizado através do uso de medicamentos antifúngicos, conforme informado anteriormente, podendo ser creme, pomada ou até mesmo comprimidos para a melhora do seu quadro clínico 

candidiase peniana

Portanto, saiba que a candidíase peniana tem cura e basta agendar uma consulta com o seu médico de confiança para analisar afundo o que pode está ocorrendo. É preciso também seguir à risca todas as indicações de tratamento receitadas pelo médico para que ela não torne a voltar e causar novas lesões na pele e o prejudique novamente. Além disso, os homens que possuem candidíase recorrente, devem apostar fortemente no tratamento que seja de forma natural, isto é, através de práticas de higienização constante e prevenção da candidíase peniana para melhor qualidade de vida. Existe também uma outra possibilidade bem interessante para curar a médio prazo a candidíase peniana, que muitos não

candidiase peniana

imaginam a real funcionalidade desses recursos, como é o caso do chá especificamente para ajudá-lo. Para isso, faz-se necessário adicionar exatamente 1 xícara de cascas de barbatimão em uma panela (não é tão difícil de encontrar no mercado), juntamente com 1 litro de água limpa, e deixe ferver por aproximadamente 15 minutos. Em sequência, basta você acrescentar 1 colher de suco puro de limão e lavar toda a região com o chá natural cerca de três vezes ao dia. O ideal é que você siga em frente e faça um novo chá praticamente todos os dias e utilize essa alternativa caseira por, aproximadamente, 1 semana. Após esse período, com certeza verá resultados práticos.

 

E por mencionar em resultados práticos, após o tratamento ter de fato êxito, é necessário ter alguns cuidados para que não volte a ocorrer com você, como, por exemplo: evitar se alimentar com nutrientes ricos em gorduras e açúcares, beber bastante água (em média 2,5 litros por dia), comer bastante verduras e hortaliças nas suas refeições, evitar ao máximo o consumo de bebidas alcoólicas, não fumar, manter toda a região genital sempre limpa e também sempre seca, utilizar preservativo em todas as suas relações sexuais para evitar o aparecimento da candidíase peniana novamente.

Complicações

Em casos raros, um homem com imunidade enfraquecida que tem candidíase genital pode desenvolver candidíase invasiva. Esta é uma infecção fúngica do sangue que pode causar o fungo se espalhe rapidamente por todo o corpo.

Isso pode ser fatal e é uma emergência médica.

O tratamento de emergência no hospital protege os órgãos contra a infecção, enquanto os medicamentos antifúngicos são administrados para matá-lo.

Às vezes, se um homem com imunidade enfraquecida desenvolve aftas, ele pode ser aconselhado a ir ao hospital, como precaução contra essa infecção sistêmica.

Fatores que aumentam esse risco incluem:

  • Infecção pelo HIV
  • diabetes
  • uso de drogas imunossupressoras, por exemplo, por pacientes transplantados
  • submetido a quimioterapia de alta dose ou tratamento radioterápico para câncer
  • ter cateter venoso central (CVC) para medicação
  • estar em diálise

Causas

A candidíase é causada por um fungo de levedura, Candida.

Os fungos da Candida ocorrem naturalmente dentro do corpo e na pele, mas em níveis que não causam problemas. O sistema imunológico os mantém sob controle.

No entanto, se certas condições perturbam o equilíbrio, o fungo pode prosperar e a candidíase pode se desenvolver. As células fúngicas produzem hifas, estruturas que penetram no tecido. 

Os fatores de risco que tornam a candidíase mais provável incluem :

  • uso de antibióticos de amplo espectro, que podem perturbar o equilíbrio da flora microbiana normal e permitir que a Candida cresça excessivamente
  • tomar medicamentos que suprimem o sistema imunológico, como quimioterapia ou corticosteróides
  • ter um sistema imunológico debilitado, devido, por exemplo, à diálise do HIV ou dos rins
  • diabetes tipo 1 ou tipo 2 mal administrado, porque as leveduras crescem mais facilmente em níveis mais altos de açúcar no sangue
  • obesidade , especialmente se houver rolos de gordura onde a levedura pode prosperar
  • falta de higiene, especialmente se um homem não é circuncidado
  • espuma de banho, sabonetes, géis de banho, lubrificantes e outros produtos que podem irritar e danificar a pele do pênis, deixando-o aberto a infecções
  • não secar cuidadosamente após a lavagem, porque o fungo pode prosperar em condições quentes e úmidas
  • ter uma dieta pobre

É sexualmente transmissível?

A candidíase genital não é classificada como uma infecção sexualmente transmissível (IST). Geralmente é adquirido através de atividade sexual, mas pode se desenvolver sem contato sexual. Um parceiro com uma infecção fúngica nem sempre o transmite.

No entanto, os homens são aconselhados a evitar sexo desprotegido com uma parceira que tenha aftas até o tratamento ter eliminado a infecção.

 

Além desses cuidados, outro conselho bem importante é: lembre-se de jamais se automedicar sem auxílio médico, pois isso pode prejudicá-lo a curto, médio e longo prazo e, acima de tudo, ter uma eficácia zero. Valorize e cuide bastante da sua saúde, pois ela é sem dúvidas o seu bem mais precioso acima de tudo. No mais, você vai conseguir vencer esse desafio e ficará cada vez mais forte!

candidiase peniana

 

[UltraPop_page id = “1”]